Acusado de roubo chora ao reconhecer juíza como sua amiga de escola

Acusado de roubo chora ao reconhecer juíza como sua amiga de escola

Suspeito de roubar um carro nos Estados Unidos, Arthur Booth, 49 anos, se emocionou durante seu julgamento, nesta terça-feira (30), depois que a juíza Mindy Glazer o reconheceu dos tempos de escola, quando eram amigos.

“Senhor Booth, tenho uma pergunta. Você frequentou [a escola] Nautilus?”, questionou Glazer. Questionado, o homem não conseguiu responder e apenas repetiu diversas vezes “Oh meu Deus! Oh meu Deus!”.
Booth foi preso na segunda-feira (29) após ser flagrado dirigindo um carro que teria sido usado no assalto a uma casa. Ao ser abordado por um policial, ele acelerou e acabou sendo perseguido, segundo informações da “NBC News”.
“Sinto muito vê-lo aí. Sempre me perguntei o que teria acontecido com o senhor”, continuou a juíza. “Ele era o garoto mais legal da escola, foi o melhor menino do ensino fundamental”, acrescentou.
Diante do homem emocionado, a juíza continua: “Sr. Booth, espero que você seja capaz de mudar seu comportamento. Boa sorte”, deseja ela. “Espero que você seja capaz de sair desta situação bem e tenha uma vida boa”, finalizou.
Assim que a Glazer termina sua fala, Booth tenta dizer algo, mas recebe o chamado dos policiais e deixa o local sem nada dizer. Ele ficará preso até pagar uma fiança de quase R$ 135 mil.
O vídeo do encontro entre a juíza e o réu tornou-se viral nas redes sociais.
Assista:
https://youtu.be/I5CMh8SMjOw

video-undefined-2A30169D00000578-706_638x358

Anúncios

1 comentário

  1. Vi a matéria na GNT, emocionante

    Curtir

Os comentários estão encerrados.