Empresa fabrica produtos para construção civil com tubos de creme dental

Empresa fabrica produtos para construção civil com tubos de creme dental
22 de Julho de 2013 • Atualizado às 12h36

Os produtos são mais leves, não propagam chamas, são de fácil fixação e possuem isolamento térmico.

Os produtos são mais leves, não propagam chamas, são de fácil fixação e possuem isolamento térmico.

Evitar o desperdício e ser ecologicamente correto pode atrair mais clientes e com isso gerar lucros. Essas ações estarão em destaque na Feira do Empreendedor da Bahia, que acontece de 22 a 26 de outubro, na capital baiana. A empresa Ecotop de Barueri (SP) garantiu seu lugar no “Espaço Negócios Verdes e Sustentáveis” no evento e pretende atrair micro e pequenas empresas a usarem produtos fabricados com tubos de creme dental. São telhas, placas e cumeeiras utilizadas na construção civil, arquitetura, decoração, no setor moveleiro e indústria naval.
Desde 2003, a Ecotop iniciou a produção das telhas, reduzindo toneladas de tubos de creme dental nos aterros sanitários. O material vem alcançando outros públicos e já é utilizado por designers de móveis residenciais e de escritório. Os produtos são mais leves, não propagam chamas, são de fácil fixação e possuem isolamento térmico e acústico eficiente; utilizam 100% de material reciclável de difícil degradação ambiental, no caso, plásticos e alumínios, e não geram poluentes. Outras aplicações são em lixeiras, barcos de pesca, armários, caixas coletoras seletivas e vasos.
“Toda nossa produção é feita manualmente, gerando emprego e renda. A participação na feira é uma oportunidade para ampliarmos nosso leque de clientes, além de prepararmos terreno para uma futura instalação da empresa em solo baiano”, revela o gestor da área comercial da Ecotop, Luiz Furst. Para conhecer esses e outros produtos sustentáveis, empresários ou interessados em empreender podem se inscrever gratuitamente através deste site.
Durante a Rio+20, no ano passado, o Sebrae convidou empresas que desenvolveram produtos e serviços voltados para a racionalização do uso da água, a preservação das florestas, o controle da poluição atmosférica e o descarte de lixo nos grandes centros.
A gestora da Feira do Empreendedor, Ana Paula Almeida, explica que um dos objetivos do maior evento de empreendedorismo da Bahia é apresentar práticas de sustentabilidade que também gerem bons negócios. “É uma tendência mundial. Empreendedores de diversas áreas buscam hoje soluções que reduzam o consumo de energia, não gerem resíduos e que reaproveitem e reciclem materiais”, destaca.
Durante o evento também serão realizadas ações educativas e a distribuição de uma cartilha com práticas de não agressão ao meio ambiente e apresentação de Soluções Sebrae, como o programa “5 Menos que São Mais”, que trabalha a redução do desperdício nas empresas.
Agência Sebrae – Chico Araújo
Anúncios