Obituário de Lou Reed, escrito por sua esposa Laurie Anderson

Lou Reed’s obituary, written by his wife Laurie Anderson

BY STAFF ON OCTOBER 31ST, 2013 IN NEWS

lou reed
última foto de Lou Reed em setembro de 2013.
Laurie Anderson publicou uma mensagem curta em lembrança ao seu falecido esposo, Lou Reed. Embora ele apareça na seção de obituários do jornal The East Hampton Star – um pequeno jornal que serve à comunidade de East Hampton, Nova York, onde ela e Reed freqüentavam – a mensagem é mais um reflexo sincero em seus últimos dias .
Para os nossos vizinhos :

Que belo outono! Tudo brilhante e dourado e que luz suave incrível. A água que nos rodeia .
Lou e eu passamos muito tempo aqui nos últimos anos, e apesar de sermos pessoas da cidade este é o nosso lar espiritual .
Na semana passada eu prometi a Lou de tirá-lo do hospital e voltar para casa Springs. E nós fizemos isso !

Lou era um mestre de tai chi e passou seus últimos dias aqui sendo feliz e se deslumbrado com a beleza, o poder e a suavidade da natureza. Ele morreu na manhã de domingo olhando para as árvores e fazendo as famosas 21 forma de tai chi com apenas suas mãos do músico em movimento através do ar.
Lou era um príncipe e um lutador e sei que suas canções de dor e beleza no mundo vai encher muitas pessoas com a incrível alegria que sentiu por toda a vida . Viva a beleza que vem de baixo e através e para todos nós.
Laurie Anderson
sua amada esposa e amiga eterna

Laurie Anderson has published a short message in remembrance of her late husband, Lou Reed. Though it appears in the obituaries section of The East Hampton Star — a small newspaper serving the community of East Hampton, New York, where she and Reed frequented — the message is more a heartfelt reflection on his final days.
To our neighbors:

What a beautiful fall! Everything shimmering and golden and all that incredible soft light. Water surrounding us.
Lou and I have spent a lot of time here in the past few years, and even though we’re city people this is our spiritual home.
Last week I promised Lou to get him out of the hospital and come home to Springs. And we made it!
Lou was a tai chi master and spent his last days here being happy and dazzled by the beauty and power and softness of nature. He died on Sunday morning looking at the trees and doing the famous 21 form of tai chi with just his musician hands moving through the air.
Lou was a prince and a fighter and I know his songs of the pain and beauty in the world will fill many people with the incredible joy he felt for life. Long live the beauty that comes down and through and onto all of us.
— Laurie Anderson
his loving wife and eternal friend

Anúncios