Despedida para um amigo

Hoje o céu ganhou mais algumas estrelas… uma dessas estrelas é um amigo meu.

A gente estudava junto no curso de pós graduação em Docência de Ensino Superior na Estácio de Sá, Rio de Janeiro. Ele era um rapaz ruivinho, sardento e gordinho, que vivia dando apoio aos amigos. Gostava de conversar e de rir, de contar coisas engraçadas e de sair com a turma.

Esse amigo também contava coisas sérias, sobre as saudades que sentia do pai e de como se sentia preso numa bolha, da vontade de ter um filho, das coisas boas que pretendia realizar na vida. E ele realizou muitas dessas coisas: fazer outra faculdade, formar outra família, tentar ser feliz.

Creio que ele realizou isso tudo, a gente quase nunca se falava (nessa correria do dia a dia) mas meu carinho por ele sempre foi maior do que muitas aparências que as pessoas mantém. E estou certa de que o carinho dele por mim também era muito grande.

Conversávamos e debatíamos sobre a vida em seus múltiplos aspectos nas caronas costumeiras e nos intervalos das aulas enfadonhas ou divertidas que tínhamos.

A maior lição que tive com esse amigo foi a de que devemos lutar pela nossa felicidade e buscar aquilo que nos faça feliz, mesmo rompendo com as normas impostas pela vida, pela sociedade. O que importa mesmo é o que nos faz feliz.

Os verdadeiros amigos se conhecerão melhor num primeiro minuto em que se virem do que seus conhecidos o conhecerão em mil anos.

No infinito onde estás agora, querido, festeje seu aniversário com os que você ama e se recupere no bem e no amor maior.

O meu carinho de sempre em seu coração, na certeza de que estamos sempre juntos.

beijo de luz

Semíramis

Emerson Duartte, eu gosto de você apenas pelo fato de você ter existido na minha vida! Vá em paz!
Anúncios