Tempo – Semíramis Alencar

O tempo nos envolve
na transitoriedade das nuvens
na imprevisibilidade do clima
na intemperança dos sorrisos
na impermanência das pessoas

O tempo se faz soberano
nos nossos cabelos encanecidos
na saudade de quem mais amamos
e na distância que nos afasta

O tempo de Deus é infinito;
O nosso, mortal, tão breve;
logo, dois dias se faz um mês
logo, um mês passa num dia.
As mãos se enrugam,
a pele torna-se mais fina,
mais fria,
mais manchada
e aparecem as dores provenientes dessa jornada.

Os cachinhos dourados que não existem mais;
os olhos dos pais que fechamos para não mais;
os amigos que deixamos na estação,
alguém que deixamos de chamar de irmão…

Enfim, o tempo nos é o líquido revelador
do que seja realmente amor.
Amor que não se encontra no início da vida,
mas ao final dela, ao término da lida…

Semíramis Alencar
25/02/2013 19:36

ampulheta.jpg

Anúncios