Liberdade religiosa – Eu tenho fé!

 

Eu tenho Fé

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Tolerância Religiosa – O caminhar para o entendimento entre os povos.

Dia 21 de setembro de 2008, na Praia do Leme, às 9 horas da manhã haverá a concentração para a Caminhada Pela Liberdade Religiosa, na orla de Copacabana.

Ninguém será discriminado por sua crença religiosa.

 
A Constituição Brasileira assegura à todos o direito de professar sua fé, com liberdade, sem coibir ou denegrir a fé de outros.
 
Todavia, esse princípio primordial de nossa CF vem sendo constantemente desrespeitado. Os casos de intolerância religiosa crescem a cada dia. Esses desacatos são encontrados nos diversos ataques a casas de religiões de matriz africana (umbanda e candomblé), seja em veículos de comunicação onde seus programas difamam e desacatam a religiosidade desses cultos e até mesmo nas escolas, onde estudantes têm sofrido constrangimento e recebido ensinamentos com imposição curricular de outro credo. O Brasil se esquece de que é um País laico e isso é lamentável. Devemos lutar para que essa intolerância acabe ou, pesarosamente teremos num futuro próximo, as mesmas guerras santas do Oriente Médio.
Esse evento é uma resposta de nós, praticantes e simpatizantes das religiões afro-brasileiras que, em conjunto com outros setores, nos mobilizaremos contra o fanatismo, o preconceito e a discriminação. Uma caminhada à favor da cidadania e da dignidade. Acreditamos que todos os credos possam viver em paz, num espírito de convivência pacífico e democrático não só no Rio de Janeiro, mas em todos os estados brasileiros.

Nenhuma manifestação religiosa será ofendida sem o devido direito de resposta ou punição. Eu tenho fé. Juntos nós temos fé.

Comissão de Combate a Intolerância Religiosa do RJ
http://www.eutenhofe.org.br/

Anúncios

6 comentários sobre “Liberdade religiosa – Eu tenho fé!

  1. Não importa sua religião…nem sua crença..essa passeata é para acabarmos realmente isto…O RESPEITO PELA ESCOLHA DE NOSSAS CRENÇAS…PARABÉNS PELA CORAGEM DE QUEM PARTICIPAR.

    Curtir

  2. Caríssima Samíramis,
    alegrei-me muito com a sua solicitação e compreendo o seu ponto de vista. Ocorre, porém, que já fui Babalorixá de Umbanda Omolokô, Nação Lunda Kioko, sudoeste de Angola por 10 anos e mais 12 anos fui kardecista. Concordo com você, quando diz que devemos respeitar cada pessoa e não discriminá-la por sua crença religiosa, mas de forma alguma posso concordar em que haja convivência íntima religiosa, principalmente no tocante aos cultos. Hoje eu sou um Pastor Evangélico, e como tal, tenho por obrigação mostrar às pessoas as contradições das doutrinas que elas abraçam em relação às Escrituras Sagradas, sobretudo, em relação ao verdadeiro Evangelho de Jesus. Assim sendo, não discrimino pessoas por nenhuma razão, principalmente, pela fé que abraça, mas com certeza procuro expor, sempre que possível, todo o engano a que estão submetidas nas doutrinas que recebem e que são contraditórias à Bíblia. Portanto, alegro-me com a sua preocupação em levar o respeito às pessoas e faço coro com este seu propósito, mas o meu posicionamento em relação a uma integração religiosa é bastante contrária, porque com aquilo que nós não concordamos nós não mantemos comunhão. Que Deus a abençoe e ilumine abundantemente!

    Curtir

  3. Pingback: My Weblog
  4. Como eu gostaria que este caminhar fosse feito em Porto Alegre também, aqui a intolerância grassa muito entre aqueles que não seguem a religião “A” ou “B”, afinal liberdade de crença religiosa é garantido pela constituição brasileira, já que o Estado (País) é laico.

    Curtir

Os comentários estão desativados.